Cloud computing e a revolução do TI

Seja em empresas de pequeno, médio ou grande porte, a necessidade de automatizar a operação para aumentar a produtividade é uma constante. E isso independe do segmento de atuação. No objetivo de proporcionar ganhos em escala, reduzindo custos operacionais, tempo gasto em processos e a dependência de setores para com o departamento de tecnologia da informação, a ADTsys, empresa especialista em cloud computing, tem reforçado a aplicação da tecnologia DevOps, que vem revolucionando muitas empresas com processos antes demorados e complicados, com apenas um apertar de botões.

O fato é que o mundo mudou. Hoje, a velocidade com que as coisas acontecem determina o sucesso ou o fracasso das empresas. O universo analógico já sucumbiu, e processos digitais enfrentam mudanças permanentemente. O que vemos no mercado, muitas vezes, ainda são gigantes do mundo empresarial com sistemas ultrapassados, sejam eles de banco de dados ou mesmo de gestão. O motivo quase nunca é má vontade ou falta de interesse na modernização de sua operação, mas sim a dificuldade para migrar suas operações para tecnologias mais eficientes e recentes. O peso e a importância das aplicações legadas que ainda não rodam em plataforma de cloud computing de forma inteligente é enorme, sem contar no risco e investimento de se alterar tais aplicações para migrar pra nuvem.

É exatamente nesse contexto, e para suprir essas necessidades, que o DevOps vem ganhando espaço. A metodologia surgiu para atender a uma necessidade crescente na operação de sistemas, buscando explorar a comunicação, a colaboração e a integração entre os desenvolvedores e profissionais de operação de TI, combatendo a excessiva individualidade e independência entre eles. No contexto do cloud computing, o DevOps se tornou uma ferramenta que  traz economia de tempo e ganha em escala de serviços. “A ideia construída com isso é automatizar rotinas de operação para que seja consumidos recursos de cloud computing em escala, tirando a dependência de pessoas no processo”, explica Pascoal Baldasso, CEO da ADTsys

Seu uso pode ser exemplificado de maneira bem simples. Antigamente, a cada funcionário novo que chegava a uma empresa, era preciso acionar o departamento de TI para instalar um computador e todos os programas necessários para o trabalho daquele novo colaborador. Dependendo do cargo, configurações específicas precisavam ser instaladas. Esse processo todo tomava um tempo enorme. Com o uso do DevOps aliado ao cloud computing, o próprio colaborador consegue preparar o funcionamento da sua máquina de acordo com uma programação específica para a sua função dentro da empresa. “Cria-se uma espécie de pacote para cada perfil de colaborador e, com um simples apertar de botão, todos os recursos e programas necessários para aquele perfil de profissional estarão instalados em questão de minutos”, exemplifica.

O caso é apenas um exemplo da aplicação dessa tecnologia que pode, e deve, ser adotada em diferentes aplicações, já que o DevOps pode ser implementado para diversas funções diferentes, tornando todas elas de fácil acesso a qualquer departamento, automatizando aquilo que antes poderia tomar dias. Em um mercado que demanda atualizações constantes não há tempo para uma configuração detalhada de serviços a cada nova necessidade de iteração. Isso torna necessária uma diretriz baseada em DevOps para agilizar o processo. “O DevOps padroniza e automatiza o ambiente, proporciona maior facilidade, assim como o controle de processos”.

O objetivo é automatizar a maior quantidade possível de processos operacionais, sem que eles percam a coesão, e não seja preciso dispender, a cada instante, funcionários especializados em TI, poupando o tempo de ambos os setores, e consequentemente, dinheiro. É uma verdadeira revolução. O modelo se torna responsivo a mudanças comuns no desenvolvimento, o que explica porque ele nasceu no meio dos softwares e se expandiu para o mercado de cloud. O público alvo principal dessa metodologia é a empresa que tem um foco em qualidade, mas precisa de agilidade.

Outra possibilidade do uso do DevOps é, com sua aliança às APIs (Application Programming Interface) unida ao cloud, tomar esferas ainda maiores dentro das empresas, possibilitando que essa automação se estenda a sistemas legados e a processos ainda mais complexos, que interligam o antigo com o novo de forma ágil e eficiente dentro da empresa. “Esse uso é uma novidade no mercado e que tem uma grande projeção de crescimento no Brasil”, conclui Baldasso. Até o momento, apenas duas empresas oferecem serviços de DevOps aliado ao cloud no Brasil, sendo a ADTsys a maior delas.