Claro e NET, marcas do grupo Claro, e Huawei, líder global em soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), apresentam na Futurecom 2018, pela primeira vez no país, uma demonstração de transmissão de vídeo Ultra-HD 8K em uma rede experimental 5G, com anéis de transmissão com capacidade de 10Gbps e sistema 5G Huawei.

Os trabalhos iniciaram em julho deste ano, atingindo velocidade de 3,2Gbps e baixíssima latência de apenas 1ms, com o equipamento 5G Huawei, operando em 3.5GHz – faixa de frequência que deverá ser a primeira destinada ao 5G no Brasil e será alvo de testes de convivência com serviços de TV satélite na Banda C (TVRO). É a maior velocidade já conseguida até hoje, registrado nos testes de 5G nessa faixa e com essa banda. 

“Estamos investindo significativamente na modernização e expansão da nossa rede, com a implantação do 4.5G, o estado da arte da tecnologia móvel hoje. Recentemente, a Anatel oficializou que vai utilizar o CRT (Centro de Referência Tecnológica) da Claro, localizado na ilha do Fundão, no Rio, para testes e homologações usando o 5G na faixa de 3,5 GHz. Isso mostra que estamos dando passos concretos rumo à próxima geração das redes móveis. E não poderia ser diferente, já que a Claro sempre esteve na vanguarda dessas evoluções no Brasil”, declara José Felix, presidente do grupo Claro Brasil.

Além de maior capacidade de transmissão, a tecnologia 5G oferece latência muito menor, ou seja, o tempo de resposta da rede diminui a um décimo do tempo atingido em uma rede LTE, o que significa que haverá não somente mais banda, o tempo de resposta será muito menor – melhorando significativamente a experiência do usuário e permitindo aplicações críticas, como telecirurgias, veículos autônomos, realidade virtual e aumentada e muitas outras. E, por outro lado, a operadora ganha em escala, uma vez que nessa rede é possível conectar um número muito maior de dispositivos e usuários.

Durante a Futurecom, o core 5G estará no CRT (Rio de Janeiro), enquanto o acesso rádio acontecerá no próprio local do evento. A rede 5G Huawei, em 3.5GHz, montada para os testes e demonstrações na rede de produção da Claro, é completa e composta pelo Packet Core 5G Rel. 15 totalmente virtualizado em servidores de grande porte E9000 (que em breve receberão a nova Rel. 16), além da gNodeB (estação rádio-base 5G), antena Massive MIMO de 64 elementos e o terminal CPE 5G equipado com antenas internas ou externas. A largura de banda espectral é de 100MHz.